Unegro aciona Globo por ausência de atores negros em novela

Unegro aciona Globo por ausência de atores negros em novela

"Apesar de ser uma obra artística e uma obra aberta, consideramos que ela tem como obrigação incluir atores negros em proporção suficiente para uma real representação da sociedade", disse Valdirene Silva de Assis, coordenadora nacional da Coordigualdade.

A baixa presença de atores negros na novela "Segundo Sol", que vai substituir "O Outro Lado do Paraíso" na Globo ganhou mais um capítulo.

"O MPT entende que o não espelhamento da sociedade nos programas televisivos gera a perpetuação da exclusão e reafirma estereótipos de limitação de espaços a serem ocupados pela população negra", diz comunicado.

A notificação também dá um prazo de 45 dias para que a Globo elabore um Plano de Ação que "contemple medidas para garantir a inclusão, a igualdade de oportunidades e de remuneração da população negra nas relações de trabalho" além de fazer um levantamento de seus artistas negros empregados e quantos aparecem em produtos da emissora.

A notificação, de teor recomendatório, aponta 14 exigências que devem ser cumpridas pela Rede Globo nos próximos dias.

More news: Jornal: Manchester United vira concorrente do Real Madrid para ter Neymar

De acordo com o Estatuto da Igualdade Racial, cabe ao Poder Público a promoção de ações que assegurem a igualdade de oportunidades no mercado de trabalho para a população negra. Daí causar estranheza, com justiça, uma novela ambientada na Bahia, o Estado mais negro do Brasil, com um elenco predominantemente branco.

O Ministério Público do Trabalho no Rio de Janeiro (MPT-RJ) encaminhou um documento à Rede Globo para cobrar que o roteiro e a produção da novela "Segundo Sol" tenha a "devida representação racial".

Por meio de nota, a Comunicação da Globo afirma que recebeu a nota do Ministério Público e que respeita a diversidade e repudia qualquer tipo de preconceito.

Ela acrescentou que o objetivo é ainda mais amplo, pois prevê um conjunto de ações, para que a igualdade racial seja respeitada não somente na representatividade da novela, mas em todo o ambiente de trabalho da empresa. A Globo terá dez dias para implementar as recomendações. O descumprimento da medida pode resultar em ação judicial.

Related Articles