Antes da soltura, ladrões levaram cofre da casa de Paulo Preto

Antes da soltura, ladrões levaram cofre da casa de Paulo Preto

O ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Gilmar Mendes concedeu habeas corpus ao ex-diretor da Dersa, Paulo Vieira Souza, conhecido como Paulo Preto. Paulo Preto é acusado de ser o grande operador do PSDB, além de ter sido ex-diretor da Dersa, que opera o sistema de transportes em todo o estado de São Paulo.

Em 20 de abril, Gilmar tinha negado outro pedido de liberdade."Defiro a medida liminar para suspender a eficácia do decreto de prisão preventiva de Paulo Vieira de Souza, o qual deverá ser posto em liberdade, se por outro motivo não estiver preso", decidiu Gilmar. Contra essa decisão foi apresentado novo habeas corpus (íntegra) ao STF. "A prisão preventiva não se justifica para permitir o depoimento da corré em Juízo. Aparentemente, a fundamentação da prisão preventiva não revela os reais propósitos da medida", escreveu o magistrado. Além disso, de acordo com o Ministério Público Federal em São Paulo, ele é suspeito de coagir uma mulher acusada no process.

No BO, feito pelo caseiro de Paulo Preto no dia 30 de abril, consta que foram levados, além do cofre, a quantia aproximada de R$ 7.300, joias, quatro relógios, um jogo de faqueiro de prata com 130 peças, três televisores, um par de tênis, três óculos escuros, uma bolsa de viagem e dois perfumes femininos. Para o ministro, além da "comprovação do ocorrido não ser sólida", não há indício da autoria das ameaças por parte de Souza.

More news: Fernando Haddad é denunciado por caixa 2 de R$ 2,6 milhões

Em nota, o PSDB afirmou: "O PSDB de São Paulo não tem qualquer relação com o investigado nem com os fatos a ele imputados".

As contas abertas em 2007 estavam em nome da offshore panamenha Groupe Nantes S/A. O beneficiário é Paulo, segundo a procuradoria.

DenúnciaEm 22 de março, a força-tarefa da Lava Jato ofereceu denúncia contra Paulo Vieira de Souza, José Geraldo Casas Vilela e mais três por terem desviado recursos, em espécie e em imóveis.

Related Articles