Puigdemont escolhe sucessor na presidência do Governo catalão

Puigdemont escolhe sucessor na presidência do Governo catalão

Tribunal avisou ainda o presidente do parlamento regional da Catalunha, Roger Torrent, e restantes membros do executivo da obrigatoriedade de acatar a ordem.

A decisão de tramitar o recurso apresentado pelo Governo espanhol contra essa norma foi aprovada por unanimidade pelos juízes do TC, o que implica a sua suspensão imediata, como medida cautelar. "Espero que ele assuma a responsabilidade nos próximos dias e forme um governo imediatamente".

"O nosso grupo propõe o camarada deputado (catalão) Quim Torra para a presidência da Generalitat", o executivo da Catalunha, declarou Puigdemont, em depoimento gravado em vídeo, avançando o nome deste editor de 55 anos para o seu lugar à frente do governo regional.

Na mensagem, Puigdemont agradece a Quim Torra o "esforço" e o "sacrifício" de assumir este cargo "em circunstâncias tão extremas".

More news: Os cinco hábitos mais estranhos de Kim Jong-un durante viagens

Os partidos separatistas catalães voltaram a ganhar a maioria no Parlamento regional em 21 de dezembro último, mas têm tido dificuldade em eleger o presidente da Generalitat, não tendo conseguido empossar Carles Puigdemont, Jordi Sànchez e Jordi Turull.

Torra vai ter de passar no parlamento da Catalunha, eventualmente já na próxima segunda-feira.

Puigdemont foi detido na Alemanha a 25 de março, na sequência de um mandado internacional emitido por Espanha que deseja julgar o líder independentista por sedição, rebelião e outros crimes.

Em 6 de abril, o ex-líder catalão deixou a prisão na cidade de Neumünster após uma ordem da procuradoria do estado alemão de Schleswig-Holstein, que o liberou para aguardar o processo em liberdade em troca do pagamento de uma fiança de 75 mil euros.

Related Articles