Celulares 'piratas' começam a ser bloqueados a partir de hoje

Celulares 'piratas' começam a ser bloqueados a partir de hoje

Desde o dia 22 de fevereiro, usuários de aparelhos piratas ativados em DF e GO estão sendo notificados da infração. Distrito Federal e Goiás são os primeiros Estados a aplicar a medida. A medida só terá efeito em aparelhos habilitados após 7 de janeiro de 2019.

O objetivo é coibir o uso de aparelhos não certificados pela Anatel, adulterados, clonados e outras formas de fraude.

O bloquei dos celulares piratas não será realizado em todo o Brasil ao mesmo tempo. Aparelhos das marcas Xiaomi, OnePlus e Oppo, por exemplo, possuem o IMEI legítimo, que é o número de identificação único e global.

Inicialmente, os bloqueios, anunciados em novembro do ano passado, entram em vigor em Goiás e no Distrito Federal, atingindo aparelhos com os DDDs 61, 62 e 64.

Para saber se o número de IMEI é legal, basta discar *#06#. Essa sequência numérica está impressa na caixa do aparelho e também pode ser conferido ao digitar *#06#.

"Caso os números apresentados sejam diferentes, há uma grande chance de o aparelho ser irregular", diz a Anatel em nota.

More news: Menino acorda do coma pouco antes de médicos desligarem aparelhos

Acre, Rondônia, São Paulo, Tocantins, Região Sul e demais estados da Região Centro-Oeste - Mensagens aos usuários de aparelhos irregulares serão encaminhadas a partir de 23 de setembro.

Bloqueio: a partir de 8 de dezembro de 2018. Em entrevista ao programa Revista Brasil, o servidor da Gerência de Regulamentação da Anatel, Rafael Andrade de Araújo, explicou que a irregularidade do aparelho pode ter dois vieses: "Um é a questão da adulteração do IMEI e o outro é a questão dos equipamentos não certificados pela Anatel".

Na Região Nordeste e demais estados das Regiões Norte e Sudeste, o encaminhamento de mensagens aos usuários a partir de 7 de janeiro de 2019 e bloqueio dos aparelhos a partir de 24 de março do próximo ano.

Os telefones comprados fora do Brasil continuarão funcionando normalmente, desde que o celular seja certificado por um organismo estrangeiro equivalente a agência reguladora.

A Anatel enviou uma mensagem de texto via SMS para cada celular considerado irregular dizendo "Operadora avisa: Este celular IMEI XXXXXXXXXXXXXXX é irregular e deixará de funcionar nas redes celulares".

O IMEI DB, como é chamado, é acessado por fabricantes, operadoras e agências reguladoras de todo o mundo, razão pela qual aparelhos que são certificados em qualquer país têm o IMEI inserido lá.

Related Articles