Aos 73 anos, morre o radialista Paulo Barboza, em São Paulo

Aos 73 anos, morre o radialista Paulo Barboza, em São Paulo

Paulo Barbosa morreu nesta madrugada, ao 73 anos.

Ele sofreu um infarto fulminante.

Desde janeiro de 2017, ele comandava um programa matinal na SuperRádio 1150 AM. Os herdeiros informaram que o velório do pai será aberto ao público entre as 9h e as 17h de hoje, no Cemitério Horto da Paz, em Itapecerica da Serra.

Em nota, a Prefeitura de São Paulo lamentou o falecimento de Paulo Barboza e se solidarizou com a família e fãs: "Paulo Barboza foi um dos maiores nomes do rádio nacional".

More news: Dispara a rejeição ao ex-prefeito Doria em São Paulo, segundo Datafolha

Paulo foi casado com Eliane Barboza, falecida em 2015. O comunicador acumulava quase 60 anos de carreira: começou muito jovem, em 1959, com apenas 14 anos, em Petrópolis. Na década de 80, mudou-se para São Paulo e, a partir de então, trabalhou em diversas rádios.

O radialista já trabalhou no SBT, foi jurado do Troféu Imprensa e fez participações em programas, como The Noite com Danilo Gentili. Tem dois filhos, Paulo e Alexandra Hermínia e é avô de três netos, Paulo Felipe, Rodrigo e Maria Gabriella.

Em 2016, em entrevista ao programa do Gugu, Paulo revelou que dormia ao lado das cinzas da mulher.

Related Articles