Campanha de vacinação contra gripe começa no dia 23 de abril

Campanha de vacinação contra gripe começa no dia 23 de abril

Segundo Katiucia Roseli, coordenadora de Imunizações, "em 2017, o RN vacinou 85,7% desta população, e para este ano a Secretaria de Estado da Saúde Pública (Sesap) está concentrando esforços, por meio da CEI e das Unidades Regionais de Saúde, para que os municípios vacinem o máximo possível de pessoas pertencentes aos grupos prioritários".

Além da vacina, a infectologista recomenda a ingestão de líquidos e uma alimentação balanceada para fortalecer o sistema imunológico com forma de evitar as gripes e outras doenças respiratórias.

A 20ª Campanha Nacional de Vacinação Contra Influenza será realizada entre os dias 23 de abril a 1º de junho.

More news: Partido do premiê Viktor Orban lidera eleições legislativas na Hungria

De acordo com a Secretaria de Saúde de Goiás, neste primeiro momento, apenas idosos acima de 60 anos, profissionais de saúde e pessoas com algum tipo de comorbidade ou doença crônica vão receber a proteção. O diagnóstico precoce e o tratamento adequado impedem a evolução negativa do quadro de saúde do paciente. O vírus causador da doença é do tipo mutante e, consequentemente, todos os anos as vacinas são revistas e atualizadas para combater aos novos vírus, vale lembrar que há pouco tempo surgiram muitas variações da doença e correram notícias sobre gripes como a suína a aviária... "A vacina é a melhor forma de prevenção". É de elevada transmissibilidade e distribuição global, com tendência a se disseminar facilmente em epidemias sazonais e também podendo causar pandemias. "É seguir a etiqueta respiratória: colocar sempre o braço para tossir e/ou espirrar nas pessoas (porque ao tossir/espirrar nas mãos a pessoa pode tocar em superfícies e passar o vírus), fazer a lavagem das mãos, evitar locais fechados, principalmente população de risco e, aos primeiros sinais de sintomas, procurar um médico", destacou Regiane. Também ocorre por meio das mãos e objetos contaminados, quando entram em contato com boca, olhos e nariz.

Somente este ano foram registrados 228 casos de influenza em todo o País, sendo 17 na Bahia. No mesmo período, foram 28 óbitos, sendo 4 em Goiás.

Segundo o Ministério da Saúde, foram identificados 57 casos de H3N2 no Brasil entre 1.º de janeiro a 31 de março, dos quais 10 resultaram em mortes. Desse total, 21 casos e 6 mortes foram por H1N1; 158 casos e 20 óbitos por H3N2; 63 casos e 21 óbitos por influenza B; e 34 casos e uma morte por influenza A não subtipada.

Related Articles