Trump diz que "já perdemos a guerra comercial"

Trump diz que

"À luz da injusta represália da China", Trump assegurou que ordenou a seus funcionários comerciais considerarem se seria apropriado impôr tarifas adicionais por 100 bilhões de dólares. As consultas dão às partes envolvidas a possibilidade de analisar a questão e encontrar uma solução satisfatória sem prosseguir com a disputa.

A China alega que as tarifas americanas são incompatíveis com o Acordo Geral sobre Tarifas Alfandegárias e Comércio (GAAT).

Alegando que a situação da fronteira está em crise, o presidente dos EUA, Donald Trump, assinou nesta quarta-feira (4) um decreto para enviar a Guarda Nacional para a divisa com o México. O governo disse que está preparado para pagar o preço de uma guerra comercial que, embora não deseje, não teme.

Na terça-feira passada, o Escritório do Representante de Comércio Exterior dos Estados Unidos (USTR) publicou uma lista que inclui 1.300 produtos chineses sobre os quais planeja impor as tarifas.

Os EUA compraram mais de US$ 500 bilhões em bens chineses no ano passado e agora está considerando tarifas de US$ até US$ 150 bi sobre as importações.

As tarifas anunciadas pela administração Trump em 3 de abril não entrarão em vigor até 15 de maio, no mínimo.

More news: MST diz já ter bloqueado 50 rodovias

Um aumento da carga fiscal sobre estes setores é especialmente sensível para a liderança chinesa, que quer transformar o país numa potência tecnológica.

"Tarifas se tornarão recíprocas e acordos serão feitos em propriedade intelectual".

A China advertiu, nesta sexta-feira (6), que vai "contra-atacar" contundentemente as medidas tarifárias dos Estados Unidos (EUA). Assim, cerca de 250 produtos norte-americanos, como soja, milho, carne, sumo de laranja, tabaco, automóveis ou certos tipos de aeronaves, entre outros, foram taxados pela China.

Depois de ter promovido a aplicação de tarifas punitivas de 50 bilhões de dólares a produtos chineses, Trump respondeu às contra-medidas chinesas duplicando a quantia.

A Deutsche Welle é a emissora internacional da Alemanha e produz jornalismo independente em 30 idiomas.

Related Articles