Recuperação de Neymar vai levar três meses

Recuperação de Neymar vai levar três meses

O médico Rodrigo Lasmar, Neymar, o pai dele, Edu Gaspar, coordenador da Seleção Brasileira, e o médico Gérard Saillant, aquele francês que operou Ronaldo Fenômeno, saíram de Paris ontem à noite e chegam ao Rio de Janeiro nesta manhã. Neymar será submetido a cirurgia no sábado (3), Hospital Mater Dei, em Belo Horizonte.

O tratamento clínico de Neymar é acompanhado de perto pela seleção brasileira.

"Neymar teve uma pequena fissura [no quinto metatarso do pé direito], fratura importante de um osso no meio do pé". Não temos horário certo, mas com certeza será nesse dia.

More news: Chinese auto magnate acquire USD 9 billion stake in Daimler

"A recuperação gira em torno de dois meses e meio a três meses, depende muito da recuperação após a cirurgia". A cirurgia é a melhor opção, segundo Lasmar, justamente para que a cicatrização seja perfeita e ele se recupere sem qualquer sequela. Assim, ele ficar disponível para o seu clube e a seleção - falou o médico ao canal "Fox Sports". Lasmar ressalta que o prazo de recuperação não deverá comprometer os planos para Copa do Mundo. "Nós temos tempo para recuperá-lo e tudo vai ser feito para que ele esteja pronto o mais rápido possível, para que ele possa ainda ter um tempo de fazer uma preparação adequada e chegar muito bem na competição", disse.

- O Neymar vai ser operado no sábado, pela manhã. O médico da seleção, Rodrigo Lasmar, será o responsável pela cirurgia. Rodrigo Lasmar, que também é médico do clube mineiro, faz lobby para que o jogador utilize a estrutura do local em seu tratamento. Segundo ele, o craque não sofreu uma fissura no quinto metatarso do pé direito, e sim uma fratura.

O jogador se machucou numa partida do Paris Saint-Germain contra o Olympique Marselha, no Campeonato Francês, que aconteceu no último domingo (25). O problema é semelhante ao sofrido por Gabriel Jesus no começo de 2017. O atacante do PSG irá passar por uma cirurgia para corrigir a fratura no pé direito no sábado no Hospital Mater Dei. Ele voltou a treinar em sete semanas, mas foi relacionado pelo técnico Pep Guardiola apenas para um jogo no dia 28 de abril, dois meses e meio após a lesão.

Related Articles