Israel quer construir estação de trem em homenagem a Trump

Israel quer construir estação de trem em homenagem a Trump

Ministro israelense diz que medida é agradecimento ao presidente americano por reconhecer cidade como capital do país.Israel planeja batizar com o nome do presidente americano, Donald Trump, uma estação de trem planejada para ser construída no centro antigo de Jerusalém, junto ao Muro das Lamentações, bem no meio da área que os palestinos querem para abrigar sua futura capital.

Israel quer nomear uma estação de trem em homenagem a Donald Trump, para agradecê-lo por reconhecer Jerusalém como sua capital.

Segundo a AP, Katz justificou este projecto dizendo que permitiria aos visitantes de Jerusalém chegarem "ao coração do povo judeu - o Muro das Lamentações e o Monte do Tempo", tendo proposto dar o nome de Trump a uma estação por causa da "corajosa e histórica decisão de reconhecer Jerusalém como a capital de Israel", anunciada pelo Presidente dos EUA. Segundo o governo israelense, porém, o projeto ainda está no papel - e uma porta-voz do Ministério dos Transportes disse que outros departamentos ainda precisam aprová-lo.

Por seu lado, a construção da linha ferroviária de alta velocidade entre Telavive e Jerusalém deve estar concluída durante a primavera de 2018. O anúncio fez com que o grupo palestino Hamas, apoiado pelo Irã, reagisse ao declarar o início da terceira intifada palestina. O trecho entre Tel Aviv e Jerusalémm, cuja construção é orçada em cerca de 1,7 bilhões de euros, deve estar pronto em março próximo.

More news: 'Não é chantagem', diz Marun sobre pressão em governadores pela Previdência

Trump havia afirmado que simplesmente reconheceu a realidade ao reconhecer Jerusalém como capital de Israel.

Para a ONU, o status de Jerusalém - uma das questões mais espinhosas do conflito - deve ser acertado por uma negociação entre israelenses e palestinos.

Linha ferroviária deve terminar no Muro das Lamentações.

A Deutsche Welle é a emissora internacional da Alemanha e produz jornalismo independente em 30 idiomas.

Related Articles