Gabriel Jesus vibra após marcar dois gols em antiga casa: 'Muita felicidade'

Gabriel Jesus vibra após marcar dois gols em antiga casa: 'Muita felicidade'

O Brasil venceu o Chile por 3 a 0 na noite desta terça-feira, na Arena Palmeiras, pela 18ª e última rodada das Eliminatórias Sul-Americanas para a Copa 2018, e retomou o caminho das vitórias, depois de ter empatado os dois últimos jogos da chave.

O Brasil, por sua vez, fechou as Eliminatórias com 41 pontos e vai se dedicar apenas à preparação para a Copa do Mundo.

O empate mantinha o Chile na zona de classificação para a Copa do Mundo, mas o Brasil não quis ser um bom anfitrião.

Atual bicampeão da América, o Chile permaneceu com 26 pontos, igualado ao Peru (que disputará a repescagem), mas levou a pior no saldo de gols e acabou na frustrante sexta colocação.

Enquanto os argentinos viravam o jogo em Quito, o Brasil começava a criar as suas primeiras chances de gol em São Paulo. O Brasil trabalhou muito a bola no meio de campo, mas não conseguiu finalizar.

O primeiro tempo do jogo em São Paulo foi bem morno, o que deixou o estádio silencioso em alguns momentos. Principalmente após bobeira na saída de bola do Chile, quando Gabriel Jesus recebeu e deixou Neymar na cara do gol. Apenas dois minutos depois, Neymar recebeu lançamento no contra ataque e achou Gabriel Jesus sozinho, sem goleiro para aumentar a vantagem da Seleção.

More news: Mundial de Clubes sorteado em Abu Dhabi

Os primeiros bons momento da etapa final foram de bola parada.

Na segunda etapa, porém, o Brasil voltou mais ligado e acabou abrindo o placar logo aos nove minutos.

Cumprida com láureas sua missão, a Seleção Brasileira fechará a temporada com dois amistosos em novembro.

Apoiado até pela presidente Michelle Bachelet, que vibrava no Allianz Parque como se fosse uma torcedora comum, o Chile começou forte no ataque. No primeiro tempo, quase marcou de cabeça e deu uma assistência para Neymar, que só não fez porque Bravo defendeu. Aos nove minutos, Daniel Alves cobrou falta de longe, Bravo rebateu para o meio e Paulinho aproveitou o rebote para abrir o placar. A Seleção, por sua vez, trocava passes no meio de campo e também não agredia o adversário.

Com os ânimos mais calmos e com o Brasil diminuindo o ritmo, Tite esperou os minutos finais do jogo para entrar em ação. Na sobra de escanteio batido por Neymar, Renato Augusto, da entrada da área, concluiu com perigo, por cima. Willian e Roberto Firmino ingressaram nos lugares de Neymar e Philippe Coutinho, respectivamente, e tiveram a chance do terceiro gol brasileiro aos 44 minutos. Willian lançou para Gabriel Jesus, que pegou a bola na frente de todo mundo e entrou com bola e tudo, já que o arqueiro voltava atrás da linha da bola.

Related Articles