Mundial'2018: veterano Tim Cahill acabou com o sonho da Síria

Mundial'2018: veterano Tim Cahill acabou com o sonho da Síria

Depois de empatar a um na Síria, a formação australiana, que está inserida no apuramento asiático, viu Al Somah abrir o ativo muito cedo em Sidney, mas conseguiu responder de imediato pelo capitão Tim Cahill.

Aos 109 minutos, a grande estrela do futebol australiano voltou a fazer diferença, apontando o golo que garantiu o triunfo ao país dos cangurus, não sem apanhar um enorme susto quando no último minuto a Síria atirou, de livre direto, ao poste da baliza australiana. Segue-se o quarto classificado da zona de qualificação da CONCACAF. Mas Cahill, aos 37 anos de idade, empatou pouco tempo depois, resultado que se manteve até a prorrogação. Cahill, de cabeça, fez 2 a 1 para os donos de casa no início do segundo tempo da prorrogação (veja abaixo). O placar era o mesmo do jogo de ida, o que deixava o confronto totalmente em aberto.

Ponto final no "sonho Mundial" da Síria.

More news: Avião de pequeno porte cai sobre casa em Rio Preto

Caso Você publique comentários contrariando as proibições da cláusula 1 acima ou contrariando qualquer outra disposição deste Termo de Uso, a Gazetaweb.com poderá, a seu exclusivo critério, excluir o comentário ou bloqueá-lo como Usuário, a qualquer tempo e sem qualquer aviso prévio. Os sírios só haviam chegado tão perto da vaga na Copa em 1986, quando acabaram eliminados pelo Iraque e ficaram fora do Mundial.

A Austrália conhecerá seu adversário na repescagem nesta terça-feira. Contudo, apesar da derrota, a Síria se despede das Eliminatórias com uma campanha emocionante e histórica. Devido aos conflitos no país, a seleção síria precisou mandar seus jogos longe de casa, na Malásia.

Num jogo completamente dominado pela Austrália (ao intervalo tinha quase 80% de posse de bola), os sírios conseguiram resistir e levar o encontro para prolongamento.

Related Articles