Movimento fará votação informal sobre separar o Sul do Brasil

Movimento fará votação informal sobre separar o Sul do Brasil

Em torno de três mil urnas serão distribuídas por 963 cidades e em torno de 25 mil ativistas voluntários ficam responsáveis pelas unidades coletoras de votos. Estamos pedindo a opinião das pessoas, porque sabemos que separar o país é inconstitucional.

A divisão dos estados brasileiros é inconstitucional e está no primeiro artigo da Constituição Federal Brasileira, onde diz que a República Federativa do Brasil é "formada pela união indissolúvel dos Estados e Municípios e do Distrito Federal".

Se nos atentarmos para as questões culturais, o fato de que as suas origens culturais que se expressam nos costumes e até mesmo na língua adotada por regiões adjacentes como responsáveis por alguns idiomas falados na atualidade poderiam servir de justificativa para um separatismo, como no caso da região da Catalunha e seu plebiscito que defende a separação do resto da Espanha.

A meta do Plebisul neste ano é atingir 1 milhão de votantes em Santa Catarina, Paraná e Rio Grande do Sul neste sábado, dia 7.

More news: IRS vai ter dois novos escalões em 2018

O votante terá de responder, em uma cédula de papel, Sim ou Não para a pergunta “Você quer que o Paraná, Santa Catarina e Rio Grande do Sul formem um país independente?”. A votação começa às 08 da manhã e vai até as 17 horas e é uma realização do movimento separatista O sul é o meu país. A pergunta feita nestes estados será a de que se os mesmos concordam em se separarem do resto do país. Além disso, serão coletadas assinaturas para o projeto de lei de iniciativa popular com a proposta da realização de um plebiscito oficial em 2018.

A consulta deverá ocorrer no dia 07 de outubro e várias urnas deverão estar espalhadas em vários locais nos estados citados acima. Em Concórdia, o resultado da votação foi bastante semelhante ao total obtido.

Não é a primeira vez que O Sul é Meu País realiza um plebiscito informar.

Related Articles