IRS vai ter dois novos escalões em 2018

O Governo aceitou a proposta do Bloco de Esquerda para criar dois novos escalões de IRS já no próximo orçamento, que será apresentado na próxima semana, aumentando para sete o número de escalões previsto e praticamente dobrando o alívio previsto no IRS para este ano, com esta medida a custar à volta de 400 milhões de euros, mas o alargamento do mínimo de subsistência aos recibos verdes já não vai acontecer, apurou o Observador.

Em aberto está o valor pelo qual vai ser desdobrado o atual terceiro escalão bem como a taxa que será aplicada a cada um.

Explica a mesma cadeia de televisão que o segundo escalão do IRS (de mais de 7.035 até 20.100 euros) deverá ser dividido em dois.

More news: Cristiano Ronaldo faz treino separado na seleção portuguesa

No total, o IRS deverá passar a ter sete escalões, os mesmos que existiam antes das alterações feitas pelo governo de coligação PSD/CDS.

A partir de janeiro de 2018, o IRS passará a ter dois novos escalões, um segundo e um terceiro escalões, aliviando a pressão sobre os rendimentos mais baixos. O acréscimo de despesa já estará acima dos 230 milhões de euros da proposta inicial do Executivo, mas, avança o DN, ainda longe dos 440 milhões exigidos pelo Bloco de Esquerda.

O alívio ontem acordado deve beneficiar cerca de 1,5 milhões de famílias, atualmente abrangidas pelo segundo e terceiro escalões, que auferem salários entre os 800 e 1500 euros mensais e que foram as mais penalizadas na anterior legislatura.

Related Articles