Namorada do assassino de Las Vegas desconhecia planos do massacre

Namorada do assassino de Las Vegas desconhecia planos do massacre

As autoridades norte-americanas entraram em contato com a companheira do suspeito, Marilou Danley, e constataram que esta se encontrava no estrangeiro, não sendo cúmplice no maior massacre na história dos Estados Unidos. Até então, o paradeiro da mulher era desconhecido. Os investigadores querem entender como este americano branco sem antecedentes criminais acabou com um vasto arsenal com o qual abriu fogo no domingo de um quarto de hotel no 32º andar contra o festival ao ar livre.

No dia do crime ela estava com a família nas Filipinas, para onde viajara três dias antes, e garantiu não ter conhecimento sobre os planos de Stephen Paddock.

O xerife Joseph Lombardo classificou Marilou Danley como "pessoa de interesse" no ataque.

More news: Notícia - OUTUBRO ROSA: VISTA ESSA CAUSA!!!

"Como todos os filipinos no exterior, estava emocionada em ir para casa e ver parentes e amigos" e "enquanto estava lá me enviou dinheiro, que disse que era para comprar uma casa para mim e para minha família", indicou em referência à transferência de 100.000 dólares que ele lhe enviou. Ela nasceu nas Filipinas e se mudou para os Estados Unidos nos anos 80.

Inquirido sobre se os investigadores já descobriram porque é que Paddock perpetrou o ataque, McCabe respondeu "Ainda não chegámos aí", embora acrescentando que isso é invulgar. Ela teria nascido nas Filipinas, de acordo com a imprensa, mas a informação não confirmada por fontes oficiais. Paddock cometeu suicídio após o massacre.

Related Articles