Janot se encontrou com advogado de Joesley

Janot se encontrou com advogado de Joesley

Entretanto, após as descobertas pelos investigadores da Polícia Federal, em relação a novos áudios que podem comprometer substancialmente o acordo de delação premiada de Joesley Batista e Ricardo Saud, que é executivo da empresa JBS, pode acarretar que uma grande "reviravolta" no caso venha à tona.

O frequentador de um bar de Brasília registrou o encontro entre o procurador-geral da República, Rodrigo Janot, e o advogado Pierpaolo Bottini, que defende Joesley Batista, neste sábado (9).

O encontro foi revelado pelo site "O Antagonista", que divulgou uma foto de Janot e Bottini dividindo a mesma mesa. "Não tratamos de qualquer questão outra ou afeita a temas jurídicos", disse o advogado ao site. "Na minha última ida a Brasília, este fim de semana, cruzei casualmente com o procurador-geral da República, Rodrigo Janot", disse Bottini.

De acordo com o site, Janot e o advogado conversaram por cerca de 20 minutos.

More news: Google anuncia o fim do app do Drive para computador

A nota alega que o procurador-geral frequenta "o local rotineiramente, e que a boa educação e a cordialidade prezam entre duas pessoas que se conhecem por atuarem na área jurídica".

Afinal, Janot pediu as prisões de Joesley e Saud nesta sexta, após a descoberta do áudio de uma conversa de quatro horas entre os dois executivos J&F. Na avaliação de uma fonte no STF, a história estava "nebulosa" porque, afinal, não é comum uma ordem de prisão da corte levar tanto tempo para ser cumprida.

Entretanto, existe uma grande possibilidade de que o procurador-geral da República se manifeste até mesmo favoravelmente a que seja expedido um mandado de prisão contra o empresário Joesley Batista, segundo o que teria dito um dos interlocutores de Janot. Para não chamar atenção, ficaram em uma mesa de canto, ao lado de uma pilha de caixas de cerveja.

Related Articles