Avião pilotado por ex-senador boliviano Roger Pinto Molina cai em Luziânia

Avião pilotado por ex-senador boliviano Roger Pinto Molina cai em Luziânia

Uma aeronave pilotada pelo ex-parlamentar caiu na região do Aeroclube da cidade do Entorno, logo após a decolagem.

Roger Pinto Molina foi transferido de helicóptero ao Hospital de Base do Distrito Federal, onde continua internado. A Força Aérea Brasileira (FAB) investiga o caso. Apesar de atingir o solo, não houve explosão. Ela ficou completamente destruída e o piloto foi trazido para a unidade hospitalar brasiliense. A Secretaria de Saúde informou, na manhã deste domingo (13), que Molina segue instável e não havia indicação de cirurgia até a publicação desta reportagem.

Segundo o hospital, Molina sofreu politraumatismo e traumatismo crânio encefálico.

Por enquanto os médicos realizaram uma drenagem bilateral no tórax e uma traqueostomia de urgência e o boliviano respira com ajuda de ventilação mecânica. Segundo a pasta, ainda durante a madrugada foram feitas tomografias, exames de raio X e laboratoriais.

More news: Conselho de Segurança da ONU aprova sanções à Coreia do Norte

Molina foi senador na Bolívia pelo Plano de Progresso para a Bolívia - Convergência Nacional, partido de extrema direita.

Roger Pinto Molina refugiou-se na embaixada brasileira em La Paz no dia 28 de maio de 2012. Molina foi transportado de carro pela fronteira boliviana em Corumbá, no Mato Grosso do Sul.

A fuga provocou uma grande crise diplomática entre os dois países, que acabou com a renúncia do então ministro de Relações Exteriores do Brasil, Antonio Patriota, ainda no governo da ex-presidente Dilma Rousseff. Ele mora em Brasília. O ex-senador boliviano Roger Pinto Molina, 57 anos, ficou gravemente ferido em um acidente aéreo na tarde deste sábado (12/8).

Related Articles