Sete fogos em curso, 1600 bombeiros no terreno (atualização) — Incêndios

Sete fogos em curso, 1600 bombeiros no terreno (atualização) — Incêndios

Outros dois incêndios com menos meios no terreno estão também referenciados pela Proteção Civil como ocorrência importante, nomeadamente o de Monção, distrito de Viana do Castelo, que está a ser combatido por 67 operacionais e o de Ferreira do Zêzere, na localidade de Senhora da Orada, que está a mobilizar 89 operacionais.

Agora, não há nenhum incêndio considerado "ativo", de acordo com a Defesa Civil.

Os fogos mais preocupantes são os dos concelhos de Abrantes e Grândola.

A previsão meteorológica continua pouco favorável ao combate às chamas, com temperaturas elevadas, tempo seco e vento a soprar forte. Está a curso a mobilização de oito meios aéreos, entre os quais dois Canadairs portugueses, dois espanhóis e um marroquino.

Segundo a página da ANPC estão cortadas as estradas EN 358, EM 544, e EM 1212-1.

A noite foi difícil, com o fogo a chegar perto de habitações.

More news: Após 15 anos, Tribalistas anunciam retorno e lançam canções inéditas

Os povoados de Braçal, Medroa e Amoreira também foram evacuados, durante a tarde, enquanto alguns habitantes tentavam ajudar os bombeiros com baldes de água e mangueiras, segundo imagens da TV portuguesa.

A combater o fogo estão 233 operacionais e 75 veículos.

Cinco incêndios estavam ativos no território nacional às 01:30 de sábado, mas Abrantes, Alvaiázere, Mealhada e Cantanhede reuniam o maior número de meios nos terreno.

Segundo a mesma repsonsável, foram detetadas 21 ocorrências: "Os distritos mais afetados foram os do Porto (45), Coimbra (26), Braga (24) e Lisboa (19)".

As mesmas condições meteorológicas se manterão até o próximo domingo. É o caso da agência de notícias AFP.

Related Articles