Mexicano Rafa Márquez envolvido em polémica de narcotráfico

Mexicano Rafa Márquez envolvido em polémica de narcotráfico

As medidas tomadas pelo departamento do tesouro norte-americano pretendem castigar Márquez e 21 outros mexicanos por alegadas relações com o narcotraficante Raúl Flores Hernández.

Entre as pessoas sancionadas, além de Rafa Márquez está o cantor Julio Cesar Alvarez Montelongo, conhecido como Julión. De acordo com a investigação dos EUA, o jogador e as outras pessoas sancionadas atuam como "laranjas" de Flores Hernández.

Márquez, com 38 anos, joga actualmente na equipa mexicana do Atlas, clube onde se formou. Ele teve seus bens congelados em solo americano, e as autoridades pediram ainda a revogação de seu visto de entrada no país. Para além dos 22 indivíduos identificados pela Administração norte-americana, 42 empresas foram também alvo de medidas sancionatórias devido às suas ligações ao narcotráfico - neste caso as empresas norte-americanas ficam proibidas de realizar qualquer tipo de negócio ou transacção com as organizações agora identificadas.

More news: Ídolo do Liverpool, Gerrard prevê guerra para segurar Coutinho

"Ambos têm uma relação duradoura com Flores Hernández e atuaram como seus sócios e testas-de-ferro, bem como da sua organização de narcotráfico, e tiveram como sua propriedade ativos que eram dele", explicam.

O zagueiro mexicano Rafael Márquez foi formalmente acusado, nos Estados Unidos, de envolvimento com tráfico de drogas. Na carreira, começou no Atlas de Guadalajara em 1996, aos 16 anos, passou por clubes como Mônaco (quatro temporadas) e Barcelona (sete temporadas). Voltou ao México, para o León, foi campeão do torneio nacional na temporada 2013 e 2014. E um chama atenção: o do zagueiro Rafa Márquez, que defendeu o Barcelona entre 2003 e 2010 e atualmente joga no Atlas-MEX.

Related Articles