INPC apresentou variação de 0,17% em julho

INPC apresentou variação de 0,17% em julho

Após registrar queda no mês passado, o Índice de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA), que mede a inflação oficial do País, variou 0,24% em julho e atingiu alta de 2,71% nos últimos 12 meses. Apesar da aceleração, foi a menor taxa para o mês de julho desde 2014 (0,01%).

Segundo o IBGE, o índice foi para 2,71% no acumulado dos 12 meses, abaixo do piso da meta de inflação estipulada pelo governo, de 3% ao ano.

Mais informações em breve.

A taxa acumulada pela inflação no ano foi de 1,43%.

Também colaborou, dentro do grupo transportes, o reajuste das tarifas dos ônibus interestaduais, que passaram a custar 2,15% a mais em razão do reajuste médio de 1,45% no valor das passagens a partir do dia primeiro de julho. Seu impacto sobre o IPCA do mês foi de 0,06 ponto percentual.

More news: Temer se reúne para debater reforma da Previdência e segurança

O resultado ficou acima da expectativa de analistas ouvidos pela Bloomberg, que previam um IPCA de 0,18% em julho e de 2,65% em 12 meses.

Mais cedo, o IPC-Fipe, que mede a inflação na cidade de São Paulo, subiu 0,04% na primeira quadrissemana de agosto, revertendo a ligeira queda de 0,01% observada em julho.

"Só a energia elétrica, com contribuição de 0,20 ponto porcentual, e a gasolina, com 0,4 ponto porcentual, já fecharam a inflação do mês", observou Fernando Gonçalves, gerente do IPCA na Coordenação de Índices de Preços do IBGE. Em contrapartida, o tomate (16,9%) e a cebola (11,7%) tiveram alta de preços em julho.

Em Campo Grande, a maior queda, as carnes registraram uma redução de 2,02% nos preços. Eles recuaram desde 1,80% em Goiânia até 0,06% em Brasília.

Em junho, o IPCA ficou negativo em 0,23%.

Related Articles