Volta Portugal: Alarcón vence na Senhora da Graça e consolida amarela

Volta Portugal: Alarcón vence na Senhora da Graça e consolida amarela

O ciclista espanhol Raúl Alarcón (W52-FC Porto) vai escalar de amarelo a Senhora da Graça, ponto final da quarta etapa da 79.ª Volta a Portugal, tendo pouco margem para gerir no maior teste à sua liderança.

O pelotão não vai andar muito até encontrar a primeira contagem de montanha do dia, uma terceira categoria em Vila Nova de Foz Côa (28,7), que antecede uma subida de igual dificuldade em Torre de Moncorvo (46,2).

Um dos grandes protagonistas do dia, porém, foi Helder Ferreira, do Louletano/Hospital de Loulé/Fibralgarve, que integrou uma fuga e acabou por ser o último a resistir à perseguição do grupo principal, a apenas dois quilómetros da meta.

Raúl Alarcón enfrenta a etapa do nordeste transmontano com seis segundos de vantagem sobre o galego Alejandro Marque (Sporting-Tavira) e 15 sobre o português Domingos Gonçalves (RP-Boavista).

More news: Ação contra Samarco é suspensa por suspeita sobre grampos usados como prova

Antes de entrar em Bragança, o pelotão ainda vai transpor a meta volante de Macedo de Cavaleiros, aos 105,8 quilómetros.

Como tem sido habitual, a chegada a Castelo Branco tem sido disputada ao sprint e hoje não foi diferente.

No final da mais longa etapa da 79ª edição da Volta, com 214,7 quilómetros, entre Reguengos de Monsaraz e Castelo Branco, Samuel Caldeira bateu ao sprint o italiano Antonio Parrinello (GM Europa Ovini) e o francês Stépanhe Poulhies (Armee de Terre). Rafael Silva (Efapel), que teve de ser assistido no Hospital Amato Lusitano, e Edgar Pinto (La-Metalusa BlackJack), foram os mais mal tratados.

Related Articles