Primeiro-ministro paquistanês afastado por suspeitas de corrupção

Primeiro-ministro paquistanês afastado por suspeitas de corrupção

Sharif alegou que não recebeu o salário em questão, mas os cinco juízes do Supremo Tribunal consideraram que o primeiro-ministro não se comportou como um "membro honesto do Parlamento", como impõe a Constituição, pelo que decidiriam pelo veredicto da "desqualificação".

Imran Khan, o antigo capital da selecção de críquete paquistanesa, está a contar tornar-se primeiro-ministro do Paquistão em 2018, depois de Nawaz Sharif ter sido obrigado a deixar o cargo, devido às acusações de corrupção. Agora, o mandatário deverá ser formalmente julgado pelas suspeitas de que sua família tem vínculos com empresas em paraísos fiscais.

Por enquanto, o país com armas nucleares no sul da Ásia está sem liderança, até que o parlamento se reúna para eleger um novo primeiro-ministro.

Antes de assumir o lugar do irmão, Shehbaz Sharif deverá renunciar ao cargo de chefe do governo de Punjab, a maior província do Paquistão, com cerca de metade dos 190 milhões de habitantes do país.

More news: Tiroteio em discoteca faz dois mortos — Alemanha

A decisão da Suprema Corte foi unânime e os cinco magistrados afirmaram que ele não poderia mais permanecer no cargo.

Em 2016, documentos vazados pelo escritório de advocacia do Panamá indicaram que os filhos do primeiro-ministro tinham várias empresas em paraísos fiscais. A primeira vez remonta a 2012, quando o tribunal condenou o então primeiro-ministro, Raza Gilani, por obstrução da Justiça ao se negar a reabrir uma investigação por corrupção contra o então presidente, Asif Zardari. O partido Liga Muçulmana do Paquistão, de Sharif, mantém uma confortável maioria no Parlamento, garantindo a nomeação.

O Exército não comentou a saída de Sharif, ou as alegações de que estaria envolvido no assunto.

Ainda que o Supremo Tribunal paquistanês também o esteja a investigar, por não declarar todos os seus bens - algo semelhante ao que que se passou com Sharif -, ele desdramatiza.

Related Articles